logo_dr_weverton_margotto.png
-DEPRESSÃO-

Depressão é uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite.

-ANSIEDADE (TAG)-

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é um distúrbio caracterizado pela “preocupação excessiva ou expectativa apreensiva”, persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo. A TAG pode afetar pessoas de todas as idades. Em geral, as mulheres são um pouco mais vulneráveis do que os homens.

-T.O.C.-

TOC é um transtorno psiquiátrico de ansiedade que tem como principal característica a presença de crises recorrentes de obsessões e compulsões.

 

-FIBROMIALGIA-

Fibromialgia caracteriza-se por dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações. Trata-se de uma patologia relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e o mecanismo de supressão da dor que atinge, em 90% dos casos, mulheres entre 35 e 50 anos.

Costuma ser acompanhada por fadiga e alterações no sono, na memória e no humor. Dor muscular generalizada e sensibilidade são os sintomas mais comuns. Medicamentos, psicoterapia e redução do estresse podem ajudar no controle dos sintomas.

-BIPOLARIDADE-

Transtorno afetivo bipolar é um distúrbio psiquiátrico. Sua característica mais marcante é a alternância, às vezes repentina, de episódios de depressão com os de euforia (mania e hipomania) e de períodos assintomáticos entre eles. As crises podem variar de intensidade (leve, moderada e grave), frequência e duração.

-TRANSTORNO DE PERSONALIDADE-

Os transtornos de personalidade são um grupo de doenças psiquiátricas em que a pessoa tem um padrão de pensamento e comportamento bastante rígido e mal ajustado. Sem tratamento, que envolve psicoterapia e medicamentos, o problema costuma ter longa duração e causa sofrimento e dificuldade nos relacionamentos pessoais e em outras áreas.

-TRANSTORNO DE BORDERLINE-

O Transtorno de Personalidade Borderline é caracterizado por dificuldade em reconhecer adequadamente emoções dos outros e de si mesmo, o que leva a criar relações e expectativas baseadas em interpretações equivocadas.

 

-INSÔNIA-

A insônia se caracteriza pela incapacidade de conciliar o sono e pode manifestar-se em seu período inicial, intermediário ou final. Insônia pode ser tratada com medicamentos que devem ser prescritos pelo médico. Nunca se automedique.

 

-SÍNDROME DE BURNOUT-

A síndrome de burnout é um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes.

-ALCOOLISMO-

O alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada.

 

-ESQUIZOFRENIA-

A esquizofrenia é uma doença mental, que é caracterizada por sintomas produtivos e negativos. Os sintomas produtivos são os delírios e as alucinações. Os delírios se caracterizam por uma visão distorcida da realidade. O mais comum, na esquizofrenia, é o delírio persecutório, onde o indivíduo acredita que está sendo perseguido e observado por pessoas que tramam algo contra ele. Já as alucinações caracterizam-se por uma percepção que ocorre independentemente de um estímulo externo. Por exemplo: o doente escuta vozes, em geral, as vozes dos perseguidores, que dão ordens e comentam o que ele faz.

-T.D.A.H.-

TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) é um distúrbio neurobiológico crônico que se caracteriza por desatenção, desassossego e impulsividade. Esses sinais devem obrigatoriamente manifestar-se na infância, mas podem perdurar por toda a vida, se não forem devidamente reconhecidos e tratados.

 

-DEMÊNCIA/ALZHEIMER-

Doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes. A doença se manifesta lentamente e vai se agravando ao longo do tempo. Os sintomas principais são: a perda de memória a curto prazo, com dificuldades em recordar eventos recentes, desorientação de tempo e espaço e alteração do comportamento.